(Ex.: Montadora, veículo, versão, ano, produto)
Translate: BR EN ES
 

A Nissan ampliou seu compromisso com o Brasil no dia 15 de abril de 2014 com a inauguração oficial do seu Complexo Industrial em Resende, na região Sul Fluminense do Estado do Rio de Janeiro. A fábrica, que recebeu investimentos de R$ 2,6 bilhões, foi aberta em cerimônia que contou com a presença do Presidente Mundial (CEO) da Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, entre outros executivos da Nissan e autoridades federais, estaduais e municipais.

Saiba mais sobre a Fábrica:

- Processo de produção completo: vai da estampagem das chapas até a montagem final do carro e testes em pista, passando por área de ferragem, pintura e injeção de plásticos.

- Unidades industriais de produção de veículos e motores.

- Capacidade de produção de até 200 mi veículos e 200 mil motores por ano.

- Fabricação de automóveis da Plataforma V, começando pelo New March.

- Geração de até 2.000 empregos diretos.

- 100% dos funcionários treinados em cursos do Senai antes do início da produção e 300 deles em outras unidades da Nissan fora do país (México, Japão e Estados Unidos).

- Equipamentos de última geração e foco na Qualidade do produto.

- Fábrica Verde: baixo índice de emissões de CO2, construção de cinturão verde no entorno do complexo, adoção da Lagoa da Turfeira, entre outros.

- 220 mil m2 de área construída em uma unidade industrial sustentável.


A cidade de Resende foi escolhida por sua proximidade com os portos de alta qualidade de Itaguaí e do Rio de Janeiro, disponibilidade para início da produção em curto espaço de tempo e fácil acesso à mão de obra qualificada e de fornecedores.

Com a nova planta, a Nissan complementa sua capacidade de produção no país, atualmente em 59 mil unidades por ano na fábrica da Aliança Renault-Nissan, localizada em São José dos Pinhais (PR). Nela são produzidos os monovolumes da família Livina e a picape média Frontier.

Esta nova fábrica também é um passo importante na estratégia global da Nissan como fabricante líder nos mercados do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), grupo de países que vem demonstrando um rápido crescimento. "Estamos investindo em regiões com potencial. E o Brasil tem se mostrado o motor que impulsiona o crescimento do mercado latino-americano. Estamos ansiosos para contribuir para o cenário econômico brasileiro e sua indústria automotiva, no século 21”, afirmou Carlos Ghosn. Desde 2001, a Nissan tem aumentado a presença de seus veículos nos países do BRIC: o crescimento passou de pouco menos de 50 mil unidades para mais de 1,2 milhões de unidades.

 

Saiba mais sobre a Nissa no Brasil.