(Ex.: Montadora, veículo, versão, ano, produto)
Translate: BR EN ES
 

Pequeno foguete da Fiat custará em torno de R$ 85 mil. E estará no Salão

Calibre pequeno, cano curto e dono de um disparo que não faz lá muito estrago, mas que dá uma bruta pancada nos punhos. Essa é a sensação de dirigir o futuro integrante da Fiat no Brasil. O 500 Abarth, fabricado do México, chegará por aqui em outubro e dará, enfim, a alma esportiva que a Fiat brasileira só entrega com para-choques e adesivos.

E CHARMOSA

Em três engatilhadas é fácil perceber que o 500 foi feito para viver com o 1.4 T-Jet. Com 160 cv a 5.500 rpm e 23,3 mkgf de torque entre 2.500 e 4.400 rpm, o chassi que sobrava com as versões 1.4 Multiair e 1.4 flex, começa a se contorcer. Ele obriga você a atacar as curvas de motor cheio: caso o giro esteja abaixo dos 3.000 rpm é inevitável que você sinta as rodas dianteiras se arrastando no asfalto e a frente apontando para fora do trajeto. É exatamente nesta faixa que a pressão do turbo atinge o pico de 1,24 bar e, a não ser que você esteja linha reta, é impossível evitar certa histeria dos pneus. Até a traseira dá pinta de que pode escapar, andar de lado. Tente fazer isso com as versões aspiradas... É mais fácil fazer nevar no Ceará.

A tocada ágil o permite costurar no trânsito como se fosse uma máquina Patch Brother, mas você tem de se acostumar com uma direção mais leve do que se espera de um esportivo. E essa atmosfera de velocidade vem acompanhada de um ronco digno de todo esportivo feito por italianos, e acompanhado de estampidos altos quando você troca de marcha. Da Itália vêm também os pedais próximos uns dos outros, que impedem que você dirija calçado de tênis com molas. Seria como atirar com luvas de boxe.

Com apenas 1.141 kg ele consegue boa média de consumo com o câmbio manual de 5 marchas, ultrapassando os 12 km/l em percurso combinado, com gasolina americana. Segundo a Fiat, o etanol na nossa gasolina deve piorar um pouco o consumo, entretanto, o motor deve desenvolver 5 cv a mais e em torno de 1 mkgf de torque extra. Também deverá ir de 0 a 100 km/h em menos de 7s!

O nosso Fiat 500 Abarth virá com belos bancos esportivos, volante com base achatada, pedaleiras de metal, um manômetro de turbo do lado esquerdo do volante e, provavelmente, o novo cluster digital da linha 2015.  Virá com quatro opções de cores – cinza, vermelho, branco e preto – e as rodas de 17” serão opcionais. Mas você terá de desembolsar R$ 85 mil para se tornar um cara rápido no gatilho.

[Fonte: Car And Driver]