(Ex.: Montadora, veículo, versão, ano, produto)
Translate: BR EN ES
 

Depois de quase três anos e muito mistério, a Honda finalmente revela a versão de produção da nova geração do supercarro NSX, uma das principais atrações do Salão de Detroit (EUA), que vai até o dia 25. Não é surpresa que o novo esportivo da Acura vista um traje elegante, rebaixado, sendo quase igual ao conceito NSX que foi apresentado em 2012. Por dentro, o carro segue o padrão esportivo, mas reduzindo o número de botões para deixar o foco do motorista apenas na pista. O Acura NSX é um híbrido com tração integral e um V6 VTEC com câmbio de sete marchas, de dupla embreagem.

Além disso, o V6 vai funcionar em conjunto com três motores elétricos, um na traseira e os outros dois na dianteira, dando mais torque ao esportivo. A Honda ainda não divulgou a potência máxima, mas estima-se que o carro receberá motor biturbo sobrealimentado 4.0 de 506 cv. Entretanto, o NSXusará menos combustível e será mais simpático ao meio ambiente que a maioria dos carros similares. O CEO da Honda, Takanobu Ito, diz que a NSX representa o futuro e o desempenho, medida que diminui o grau de emissões e aprimora o rendimento e a dinâmica da experiência de dirigir. 

“O modelo é consistente com o espírito do NSX original, nossa intenção é aprimorar aspectos psicológicos e emocionais de se dirigir um esportivo ao seu limite. Nós queremos refletir essa sinergia entre homem e máquina” disse Jon Ikeda, chefe do departamento de design da Acura.O NSX foi elaborado nos Estados Unidos e será produzido na fábrica da Acura em Ohio. 

CHEGA AO BRASIL EM 2016

Será importado com a marca Honda, ao contrário da versão norte-americana que é oferecida sob a bandeira Acura. O preço vai depender de variações cambiais. Nos Estados Unidos sairá por US$ 150 mil (em torno de R$ 400 mil, sem impostos e taxas). Até lá, saberemos do que o NSX é capaz.

O NSX, sigla para New Sportscar Experimental, é um carro baixo, de 1,17 m de altura, e estreito (1,81 m de largura) que você guia com as pernas quase esticadas. Ao vivo, é menor que parece. Foi o primeiro superesportivo da Honda, com desenho claramente inspirado no da Ferrari 328. O desenvolvimento dinâmico começou em 1987, dois anos antes da primeira apresentação ao público, no salão americano de Chicago, em 1989, e teve participação ativa do piloto.

Depois de um dia de testes no circuito de Suzuka, no Japão, Ayrton teria convencido os japoneses a enrijecerem o chassi e a modificarem a geometria de suspensão. Tarefa nada simples: o NSX foi o primeiro carro de série do mundo feito integralmente em alumínio, do monobloco à carroceria. Confira abaixo o vídeo da história do supercarro da Honda e o que mostra a nova geração.

E nós andamos no NSX 1992, um dos carros pessoais do eterno ídolo ao lado doAudi S4 Avant 1993.

[Fonte: Car And Driver]