(Ex.: Montadora, veículo, versão, ano, produto)
Translate: BR EN ES
 

A Volkswagen decidiu mostrar por inteiro o Virtus, o sedã derivado do novo Polo, em meio à corrida por espaço na mídia travada entre ela e a Fiat com seu Cronos. Com chegada ao mercado em janeiro, o Virtus mantém a metade dianteira do Polo, mas é maior entre eixos (2,65 metros, mesma medida do Jetta e mais 8,5 cm que no hatch) e na traseira para alcançar o comprimento de 4,48 metros (mais 42 cm que no Polo). A transição do teto para o porta-malas é suave. Atrás, parte das lanternas vem na tampa. Os 521 litros de capacidade no porta-malas são destaque.

O interior também segue o do hatch, incluindo os sistemas de áudio e o quadro de instrumentos digital e configurável, oferecido apenas para a versão de topo Highline. O novo VW é anunciado como “primeiro automóvel na América Latina a usar inteligência artificial para ajudar motoristas”. A novidade é um “manual cognitivo”, que usa tecnologia IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o carro em português e espanhol, feitas  por digitação ou microfone.

A empresa ainda não informa quais motores estarão disponíveis no Virtus, mas confirma o TSI 200 de 1,0 litro com turbo, 115/128 cv e 20,4 m.kgf com transmissão automática de seis marchas. Com ele, o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (álcool). Entre os recursos oferecidos estão controle eletrônico de estabilidade, assistência de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial e monitoramento da pressão dos pneus.

[Fonte: Best Cars]